Tecnologia Orgânica

Mas afinal o que chamamos de tecnologia orgânica?
Atualmente no Brasil o cenários mais comuns em construção de sites é:
a) você contrata uma hospedagem com um sistema do tipo “faça você mesmo”
b) você contrata um web designer ou uma agência web

Em ambos os casos você terá apenas o site e algum outro serviço baseado no seguinte tipo de negociação: você me paga, eu executo e ponto final.

Ao longo dos últimos 10 anos, analisamos casos em que o cliente atuava sem a informação correta e/ou precisa.
Desde domínios registrados incorretamente até o uso de recursos de email, por exemplo, as empresas têm perdido de centenas a milhares de reais com serviços desnecessários ou subutilizados.

Veja nosso post sobre a importância do seu domínio

Onde entra a Tecnologia Orgânica para sites?

tecnologia orgânica

Simples. A partir do momento em que o cliente aceita participar do processo, nós passamos de “fazedores de sites” para parceiros de negócios.
Nossa missão é entender e auxiliar o cliente a obter o melhor em performance das ferramentas que possui online.

Isso garante mais produtividade, eficiência, qualidade, economia e lucro.
Daí o nome Tecnologia Orgânica, pois as ferramentas e recursos online passam a ser parte atuante do seu processo.

Mas Tecnologia Orgânica não seria um nome diferente para Consultoria?

Não. Um consultor geralmente tem um “conhecimento” e vem com uma receita pronta.
“Faça como eu digo e terá sucesso!”

Cada empresa é diferente em termos de pessoas, atuação e outros fatores. Alguns funcionários têm mais resistência a mudança outros não.
Os investidores, gerentes e diretos podem assumir uma postura ativa ou passiva diante de assuntos que não dominam.

Então nós não temos uma receita de bolo para lhe vender ou ensinar. Nós temos a condição de adaptar cada caso e situação e identificar os pontos de melhoria o quão profundamente você permitir.

SER HUMANO + FATORES INTERNOS + TECNOLOGIA + FATORES EXTERNOS  = Tecnologia Orgânica